Radio A Toa

quinta-feira, setembro 30, 2010

quarta-feira, setembro 29, 2010

terça-feira, setembro 28, 2010

Contas Coloridas


Andei escolhendo contas coloridas, queria montar com elas, minha pequena história.
Aos poucos fui sonhando e vi surgindo um lindo cordão, desses que dá voltas e voltas.
Fui percebendo que minha vida era assim, com muitas idas e vindas,
muitos vôos por lugares que nem mesmo conhecia, mas que ansiava a cada noite...
Ia sempre ao encontro de alguém, a um jardim de rosas vermelhas, ou simplesmente abria os braços para o vento que me recebia soprando em meus ouvidos, palavras doces e sonoras.
Venha, ele dizia, conte sua pequena história e deixe sua vida seguir um pouco com a minha tristeza e solidão. Porque amada, só tenho as minhas memórias.
Elas me doem a carne e insistentemente me acordam na madrugada,
onde só tenho a escuridão como companhia. Seguíamos juntos noite adentro...
Quando acordava do meu sonho, estava feliz e pedia para estar novamente com o vento...

Every man for himself. (A yellow wolf barking to the moom).



Imagens exibidas como feridas expostas num ambulatório suburbano, em dia de celebração cristã.....bocas seladas pelo lenço de papel comprado as pressas na farmácia da esquina...logo ele; - Do sorrisos das damas: o predileto!...olha que cara de sorte!....seu relógio, não era imitação paraguaia e todos viam-no como legitimo, montado no isolamento do inverno suíço....e nós aqui, fantasiando ursos brancos na terra do bacalhau...santa Klaus!!!!...

O que nos resta a tentar compreender senão, que; só não é escorregadio, como arriscado dançar sobre o gelo fino?...amanhã de manhã, haverá sol e o frio se ergurá aos céus como vapor, a evaporar evanescências emocionais...outro dia outra história a supreender....outras bocas a se calarem ao verbo.....de novo na margem, relembrando histórias, certificando-nos, que por mais que tentemos, elas nunca modifacam-se....nesta pele, o sol dorou a manhã e, a noite ardeu, enquanto; i twist'd in my sweat!.....pedindo que estivesse morto, engavetado numa daquelas gavetas frigoríficas do necrotério local....lost in a legall medical institute....illegal in a gaveta...só não escrevo pior porq vou aprendendo com os mestres, o meu ofício de aprendiz!.....à largar, a pele por esta terra, ou outra, e parir o veneno de minha natureza....rastreando gnomos, encantado por fadas, na fantasia musical celta.....com celteza!...

Perdido no meio do povo da noite, vamos caçando o dia, acompanhando o canto dos rios que gentilmente se misturam aos mares, diante dos olhos que pertubam as águas com sua visão sobre as perfídias dos desencantos amorosos..vitimas do passado...com cicatrizes nos sentimentos; denominado: - mentira!.....

Outros olhos sorrateiros encarando de frente os demonios das dilacerações, desejadas, calculadas para se traduzirem como misérias....here the Mr. Pain e seu auxiliar, anestesista, Doc. FeelGood...assim a manhã nascerá feliz....e hoje, passará como, desengano corriqueiro à nossa existência.

Bocas das quais nunca saborearemos o hálito, passam por nós, mastigando chicletes para esconderem a natureza de seus hummores...gente...só genetica do sonho, mapeamento cognitivo e a eterna incerteza do pai....a gerar o questionamento acadêmico. A ética reformulando-se como deveria reformular-se ao saber da evolução do questionamento sobre si.....só olhos tentando enxergar no escuro o que a luz, nega incendiar...a magia da musica que ressoa pela pele...enquanto olháva-mos o homem pisar na lua...ja faz tanto tempo, que viagens espaciais já não causam mais admiração.....a menos que os foguetes explodam-se....i can see tomorrow, everywhere in a pademonium...diga algo que nos convença e seremos intensos na experiência!!!!!!...aonde estão os escolhidos, senão, apenas, em nossas identificações e o rubescer da face diante do, apenas, elogio. ....histamina'desnortearamelanina?anfetamina'morosa? ....turn us on!!!!

Posso ser anjo ou maledicência em qualquer lábio, ou então: só, o estranho que espera desvendar-se, traduzindo a natureza já reconhecida das kamaradagens absolutas...só o seco da boca, desejando o gargalo do copo: ansiedade pelo gosto de Deus!

Ask me a nigthwalker :
- There's no more tenderness in your finger prints?
I told him:
- This is not a rendemption song!

domingo, setembro 26, 2010

Freak Show!



Era um corpo, exposto em um mambembe circo, bem ao lado do trem fantasma, disputando de igual para igual o terror da plateia, um grande corpo inchado feito batata esquecida em molho de água por dias, todos percebiam q tinha passado o tempo e as esperanças q ainda existiam iam se perdendo em meio as desventuras que chegavam com a ida do sol causticante de um verão jã esquecido entre canções pops e festivais neo capitalistas entre os derrubados muros das vergonhas nacionais e duras da policia, na bilheteria um grotesco anão em pernas de pau, já quase do meu tamanho gritava a plenos pulmões:

- Venham todos ver o homem e a mulher q fundiram os corpos na crença das paixões.

....Ao adentrar pela tenda observava-se a densidade do ambiente entre cheiros e vapores de corpos que se deleitavam com as bizzarias do estranho casal, que não chegavam a um ponto em comum e se socavam enquanto batiam com as cabeças em suas próprias testas....a afetividade era representada em falso bem querer e olhares de soslaio de um para o outro, a minima palavra inundava-os e uma estupidez enojante constrangia a todos na plateia....parecia que corações tentavam se libertar daquele corpo, q outrora abrigara gemidos e sussurros nas promessas q presupunham o encontro de almas....os minutos ali dentro passavam-se como anos, e podiamos perceber que muitos outros corpos iam tomando aquela forma, mentiras, cinismos criavam o clima de frustração q assustavam os jovens namorados na primeira fila....q assistiam de camorote o espetáculos das desesperanças amorosas....no olhar de um solitário espectador q parecia idealizar aquele grotesco espetáculo de outra maneira...vitima tb de desilusões se preservara e agora desejava a certeza de um amor tranquilo...tinha no semblante o sofrido olhar das suas desesperanças, tinha no corpo as cicatrizes de todas as suas carencias e apoiado em si mesmo exprimia a nescessidade de colo....porém tentava com todas as suas forças manter-se integro, buscando encontrar não só um gozo de corpo mais tb gozo de cabeças.....nos olhos traduzia a profunda necessidade de um encontro, já não havia porq supervalorizar as perdas, todos os ganhos eram aproveitados para mudar e tornar mais paciente a experiençia adquirida nos ascéticos anos de cárcere....olhos noturnos, desejoso de corpo....mente quieta, silenciosa se ria e se predispunha a ouvir todos as outras daquela tenda....e em um abstrato discurso de entrelinhas conversava com a cabeça feminina daquela desformia andrógina q se expunha ali na sua frente, por mera necessidade de sobrevivencia....em dado momento aquele balofo monte de carne e amor-reativo começa a se separar, gritos, dores e cicatrizes se abriam em um dantesto espetáculo, os infernos submergiam em um acerto de contas monogâmico/compulsivo, carregado de perversões e traições....e pra espanto de todos se separaram....explodindo feito fogos de artificio...merda, sangue e miolos para tudo quanto é lado....uma parte ficou perdida pela sala tentando se reestruturar e assistindo junto a todos nós o fundir da outra com o solitário q até então só se traduzia pelo reluzir dos olhos, q agora ilumivam a antes escura e mal cheirosa tenda...e impresionados observamos nascer um só corpo das duas partes antes distantes....unidos pelos fluidos de corpos e encontro de idéias....gozo de estrelas...atravessaram a tenda e sumiram pela estrada rindo-se de si mesmo, e trocando necessidades até sumirem no horizonte de um novo sol q nascia prometendo vida para todos aqueles estupefados espectadores......hoje em dia aquele anão não usa mais pernas de pau e aquele circo suburbano expõe outro corpo de duas cabeças num interminavel show de exquisitices amorosas!!!!!....oh! merci, mercy me!

quinta-feira, setembro 23, 2010

This man had a gun, and he gonna use it. (Justifing the death deliverance.....like a full xpress dealer.)



Thi´s a portuguese default intenational language, like a virus in a first world soap-opera...a pop art, desmitificou o formalismo bahaus e a falsa ideia de que a humanidade vivia anos dourados, feito as fantasias de “Si” e as quais ele imagina serem as de “Outrem”, pois “Si” cerca-se da certeza de que o olhar de “Outrem” expressa a mesma perversidade, singularizada pela compreenção de q “Si” e “Outrem” entendem tudo sobre o assunto....que fulminantemente os indentifica e os cala como cumplices...... feitos pães de forma saltando das toasters automatizadas que maravilharam as familias antes do radio transistor e do bombardeio de eletrons transmissores de imagem e o advento da tv a cabo e a banda larga.....abusando de andy over-dosado de sopa campebell's c/ cogumelos....crendo q é por ai q chegaremos ali, traduzindo-os momentaneamente como aqui!.....como a resposta aos anseios de cada um!...mortos não nos causam enganos, e, os pop ups, desdenham a necrofilia da arte...fucking fú....todos nós temos uma tecnica secreta....and, we wanna play a unknow-game!....suck’ng dry, this river of life!...do u wanna dance?.....Green Peace in power..defense the planet...mentiras marketeiras, dilacerando corações highlanders...insensiveis as aventuras dos novatos descobridores de corredores em meio a linearidade continuada pela crença de q gerações se perpetuarão na retidão q a interpretação da lei do criador traduzir, na boca dos q se dizem ouvidores da Misericórdia...idolatramente idealizada como um velocino de ouro, condenando a crença popular e as lendas que justificarão civilizações, ufos, abduzidos e rock'n'rollers entorno do planeta......adoro humanidade, entendo a profunda compreenção de Deus em nossos corações, mais não consigo levar a sério os que expulsam demonios em nome do salvador...soul saviors!!!!.......entre roupas cor de rosa, reuniões no clube e i luv lucy no meio da manhã prenunciando a sessão da tarde e os episódios de antes da janta com papai sabe tudo...happy family playing a indoor game......feito erros foneticos que duas linguas insistem em confrontar com labios dissincronicos, talk’ng in diferents languages....usando frases que todos sempre acharam apelativas e xulas.......à desafiar o q os erros evidenciarão como pontos contraditos nas linhas q tento desenhar em confusão mixigenada com as crenças q não são minhas mas q reconheço como de outrens, diferentes daquelas que o conhecimento me faz crer como legitimas e inquestionaveis;..... passo a passo degustada pelas rebarbas como quem come mingau quente!!!!....queima ele senhor!...the song will be remain the same.....quadro a quadro desmitificando o q todos tentam pintar como realidade, transpondo para o imaginário a reinvenção da realidade...a grande familia e a loucura que se cria em volta para realizar o ideal de cada um, traduzido um amorfo coletivo dramatizar da última ceia e a subsequente expulsão do paraíso!......evidenciado a espécie q salvará as almas em nome de alguém e os remedios que tomaremos para acalmar as angustias dos demonios reminicentes de outras eras, que; penduraram Odin de ponta cabeça nos ressecados galhos dos olmos enrigecidos pelo frio das existencias, e, apagaram o acento luminoso de Ra no meio dos desertos das almas...God Zilla!!!.....feito dentes esculpidos em titânio engolindo raios na fantasia q imagino como minha passagem fulminante pela senda q me levara a uma desintegração desinteressante e totalmente paradoxal com o que sonhei para mim.....that's life!

Say this rapping tongue in a midlle of the road: - No gods, hack’ng me!

segunda-feira, setembro 20, 2010

Lost In The Supermarket



Perdido no supermercado vim aqui comprar umas pilhas AAA pro player e um saquinho de biscoito de isopor para concorrer a um laptop.....to aqui empurrando um carrinho a meio imbecis que param no meio do corredor para escolherem um refrigerante pro almoço, outro para os cachorros quentes.... stay away. "não vá se perder por aí!"...perdido no açougue procurando se hão fatiados e na padaria se há miojo....cadê a seção de dietéticos, quero um adoçante de baixa caloria, por aqui dirigindo um carrinho ao qual tropeço se não andar de pernas abertas...fucking designer.... sem o mínimo saco para estar na rua. neste momento louco p'ra ouvir musicas e a realidade fantasiada pelo silêncio da casa, can't stand me!....não há mistérios nas sombras.

De que lado ficam os cereais, aonde está o club social e a reciprocidade socialista? aonde estão os profetas e a interação com os dogmas da dominação ancestral, resta-nos a mercantilização da consciência coletiva como produto e as teorias de coué sobre ilusionismo e comunicação de massas...they all heave abandoned their hopes, granjeando houdim criando ilusões, veromissíveis como encontrar queijo mussarela fatiado ou em pedaços no seu setor e na sua baia!

não, concerne!...
sei que é ilusionismo,
ninguém atravessa paredes!

Pelo corredor de conservas procurando por caldo de legumes olho e me lembro que não tenho molho inglês, shoyu e alcaparras.....procuro os de vidro, afinal vidro é melhor que os "pet"....são facilmente mais aproveitáveis do que os de plástico.....essa coisa ecológica deve estar na ordem do dia afinal temos que conquistar a autonomia da auto sustentabilidade e acabar de vez com este papo politicamente correto do que tem que ser feito para salvar-nos do mundo; suposições só secam o processo revolucionário, retardam opções urgentes e favorecem a corrupção reacionária.

circunlóquio! ninguém, reconstrói atmosferas!

De vez em quando, um acidente de trânsito entre os corredores deste labirinto consumista, nos olhamos culpando um ao outro por nosso fracasso direcional, ai eu fico pensando; se déssemos...cérebro a um macaco ele irá localizar seu umbigo no centro do universo e queimar os que desafiarem esta inquisição, espraguejando planfetarismos zelosos sobre lei e ordem, o direito de ir e vir e outras baboseiras que nos são inerentemente herdadas por direito e pela genética que evolui fazendo gerações melhores que a nossa, agora, segundo darwin e os que professam suas idéias evolutivas e as naturais possibilidades de crescimento..... saber que olha para luz e não vê só deus, disfarçado num corante que fornece o falso brilho ao molho ou as centenas de produtos que as vezes não há dinheiro para comprar e outras a de ter grana e não se decidir o que comprar, ter ou não ter, ser ou não ser, crer e não crer; rimam tanto que podem se afirmarem e se contradizerem, até ai não disse nada, aliás nunca quis dizer nada definitivo, nada que afirmasse o que diante dos meus olhos se contradizem como ofertas que vendem o preço real dos produtos sem a ganância de quem as oferece e a prestação da tv de plasma vencida a três meses....inadimplente!

Passando numa seção de utilidades domésticas me encanto com um espremedor de alho e um ralador de cebolas no qual feriria a ponta dos dedos desarvoradamente, ralando tudo que pudesse ser ralado ou, ao verbete espremer a iníqua promessa de vexar para salvar. sendo que ai seriam bolhas e certamente depois, calos!....trágica mágica da fatalidade, mas nada do que não me recupere ou faça com que durante alguns dias, desfile curativos incorporados aos modelitos moderninhos e básicos.....será? Que existe alguma outra coisa deste lado com tanto apelo para a mesma coisa....será que nas saídas nos esperarão caixas? temos que embalar tudo isso para carregar rua à fora, presas aos ganchos de nossas mãos.

o pão que se esfumaça na cesta tão quentinho que todos o querem ao mesmo tempo, feito famintos que nunca comeram do pão fascinados pelo aroma do trigo sovado e assado, se lançam numa batalha edaz, quem vence se serve da melhor nacada, aos maiores supõem-se melhor qualidade ou um quantum menor de energia?.... expectativas são tão miseráveis como qualquer outras que circulam por estes entrepostos de ilusões e guloseimas, esperanças em vão: quinze minutos para decidir se leva ou não! fora as compras de impulso que não demandam escolhas....hoje a noite tem decisão and i’m here, yet...procurando por uma promoção relâmpago para poupar alguns trocados no filezinho de frango, já que a economia é instável favorecendo só os especuladores atrás de ganhos do capital predatório...vou navegando por esse piso de granito, impecável como um novo escândalo estampado nas capas dos jornais expostos como iscas para venderem revistas de moda, culinária e auto ajuda...macroestesia justificam os crendeiros.

Continuo a achar graça de tudo isso, vou rindo do que não creio fazendo metateses dizendo qualquer coisa que a boca inventa...ou que o hálito volateia no meio de um arroto...no meio da falácia critico etmológica percebo que o mundo entorno não é tão ruim como imagino, mas sei que é necessário perceber suas contradições para melhorar nossas condições existenciais, afinal tantos passam fome, não tem educação e nem direito a saúde, tantos vivem neste mundo maravilhoso, abandonados pelas esquinas dormindo em papelões esticados ao relento, cobertos por mantas de plástico negro que embalam as mercadorias que chegam das mais diversas regiões deste mundo globalizado, neo liberal de milionários especuladores e miseráveis catadores do lixo produzido por estes que desfilam suas vaidades nos chás de caridade que oferecem paliativos as soluções que se fazem necessárias pára que o mundo se torne algo distante desta critica incessante a interpretá-lo.....repentinamente me espanto com o preço dos laticínios, tornaram-se proibitivos para muitos e pouco importa ninguém boicotará e o quartel os manterá em alta até o final da entre safra quando os tonelames estiverem transbordando de etanol, daí quase todos poderão voltar a comer romeos e julietas....a seção de vinhos é do outro lado não vejo nenhum hidropônico por aqui.

- afinal! quem carrega ovos tem que ter cuidado para não quebrá-los.


Illusion - VNV Nation


Bom Dia, Pessoas!



domingo, setembro 19, 2010

ABSINTO MUITO: Jimi Hendrix - Kensigton - 18 de setembro de 1970

ABSINTO MUITO: Jimi Hendrix - Kensigton - 18 de setembro de 1970: "Há 40 anos o rock perdia a presença física de Jimi Hendrix e começava o período de construção do que veio a se tornar um mito. Nós da Absi..."

BlasFêmeas 24 - The Ladies




BlasFêmeas é:

Capa, valvulagem, provocações & críticas construtivas by Sara_Evil
Acervo by LOIRINHA MÁ®, Chacal & Nosostros
Produção, apresentação & saltos altos by LOIRINHA MÁ®

Playlist

01 - Bang Bang - Nancy Sinatra
02 - Shitlist - L7
03 - 48 Crash - Suzie Quatro
04 - Luz Del Fuego - Rita Lee e Cassia Eller 
05 - Chasin' Tail - Annie Piper
06 - Quiero Estar Muerta - Baby Horror
07 - Some Like it Hot - Marilyn Monroe
08 - Intro - Stronger Than Me - Amy Winehouse
09 - Love or Leave me - Billie Holiday
10 - Put the Blame on Mame - Rita Hayworth
11 - Feeling Good - Nina Simone
12 - Criminal - Fiona Apple
13 - You Ain't no Good - Chicken Shack
14 - I Slept Through it - Twinemen
15 - Come Together - Tina Turner
16 - The Right Key, But the Wrong Keyh - Lilian Boutte
17 - Agora só Falta Você - Maria Rita
18 - Black Coffe - Julie London
19 - Summertime - Janis Joplin
20 - Cry me a River - Peggy Lee
21 - Ball and Chain - Etta James
22 - Negro Gato - Marisa Monte
23 - Sister - Shirley C.
24 - Honeyman Blues - Bessie Smith
25 - Wrapped Around Your Finger - Tori Amos 
26 - Crazy - Norah Jones
27 - Wild Horses - Sheryl Crow
28 - Undenied - Portishead
29 - (I Can't Get No) Satisfaction - Björk
30 - Kiss - Alicia Keys
31 - Respect - Aretha Franklin
32 - Get It While You Can - Koko Taylor
33 - Enjoy Going to the Gynecologist - Cynthia Witthoft
34 - Cabou - L_M & Mérieimi Uainirráuse

quinta-feira, setembro 16, 2010

www.pessoas.com


E por falar nisso,
E vai por aí afora...

O desdito,
O interdito,
O não te ligo.

E ficam assim as vozes...

www.mudas.com

Talvez seja o tempo,
Talvez seja o nada...

De-vale-dar-se-ok
Porque-penso-e-existo-no-teu

www.silenciar.com

quarta-feira, setembro 15, 2010

terça-feira, setembro 14, 2010

Vinte! (eroslounge mix).




Lounge numa língua estranha
adversa ao que se saiba,
reinventada feito trance.
hip hop que não deixa duvidas
sobre sua existência.

Sexteto imaginado!
Bocas Sujas,
falando ao mesmo tempo!
Suruba fonética.
inveja do Phalo!

10 frases inexatas,
centenas de dúvidas exatas
certeza de má_temática
teorias conspiratórias, e,
techs ainda inexatas...
coisas de quem navegava,
caravelas, depedrava pau brasil
desconhecia; petróleo, nylon
e a persistência do plástico.
coisas, pré-sal!

sexta-feira, setembro 10, 2010

Bicicletar...

Observo
Que as tais pessoas à toa,
não estão à toa...

Pode ser também,
Que estejam por aí...
Atoando em outras bandas.
Quem vai saber?
Podem estar também,
Passeando,
De bicicleta!

Palavrão



Palavrão não é: - Não!

pode ser afronta,
rebeldia ou só palavrão,
desacatado de qualquer
falta de graça, ou do que dizer!


Palavrão

pode ter muitas sílabas
ou uma só,
sei lá qual....o que
nos propormos,
à dizer?

o da topada,
da ignorância?
talvez o do espanto!
sei lá falamos tantas coisas.

Muitas vezes, não dizemos nada!
Palavrão outras vezes é,
licença não sei , se poética,
se elipse, na frase virando paragráfo.

talvez isso, sem ser ofensivo
só boca suja por, disperdício,
visso, vicio...
ou so prá maléfício.


Pode ser falta,
de nonsense, fairplay.
escolha um palavrão
e manifeste á Plenos Pulmões!

- Miséria!

quinta-feira, setembro 09, 2010

Put the mouth in my hell!

não diga nada,
não falo a sua lingua!
don't dig it! just,
put your mouth in my hell.

não se atreva,
a sentir pena de mim!
wath a kind
your hell?

então que os bebados
e os incautos,
adormeçam aos pés de Kerberos,
nas portas do inferno!
e que as estigmas não derramem
as lágrimas da redenção.

Visões danteskas,
são aspectos esquizofrenoídes,
paranoídes de libertação
do obscuro!

Quem que te olha
quando tu olha o espelho?
quem fala o teu esperanto!
redundâncias obssecivamente, falada.

modernidade,
com o objetivo de ser moderninho
avant garde, bahaus itinerante,
engenharia do planalto central.

'tô botando os porcos para,
passear pela enfermaria.
don't drug me,
analgésicos não curam mais
a dor do arrasto!

Death Dramatic Eyes



quarta-feira, setembro 08, 2010

I'm a Barbie Girl, in a Barbie's World


"Maratona BlasFêmeas na Rádio Web Underground Lágrima Psicodélica
                               e em mais de 100 blogs parceiros. Só não vai quem já morreu."

terça-feira, setembro 07, 2010

Maquiagem para o dia-a-dia (iniciantes)




O desejo, o segredo e o chumbo.


As palavras na boca da moça,
Chegavam na contra mão,
Com um desejo retardado,
Enviesado de um não saber,
O que deveria se permitir sentir.
Sonhava com o filho
Que não veio,
Com o amor perdido
No caminho dos anos,
Como um peso na sua alma,
Transgressora e rebelde,
Ficava assim...
Como um segredo encobridor.
E quem vai supor,
Ser este o seu mistério?
Puro como o chumbo,
E intransponível,
Como é todo o desejo.

sábado, setembro 04, 2010

Arte!



Realmente não
consigo pensar
nada melhor:

somos á arte. 
artistas são,
asassinos dela.

a censura estética serve-se
da tortura, que não acaba.
pé de moleque na sobremesa!

abaixo a obra prima!

video

Eu não consigo parar de rir!!!!!

quarta-feira, setembro 01, 2010

De conversa em conversa



Você


Hei, você!

Que ama, fala besteira, comete anarquias,
Que adoça a boca do teu inimigo...

Hey you!

Que pensa fazer o certo, não enxerga os desacertos,
Que finge amar teu próximo...

يا أنت !

Que diz o que quer, ouve o que não quer, sonha com a quina,
Que é pessoa de pura adrenalina...

Hey Du!

Que já está de saco cheio, que vota sempre no mesmo erro,
Que tem o mesmo discurso, que não vive alheio...

Ħej inti!

Que quer o mundo, a juventude, o tudo agora,
Falar inglês, escrachar de vez...

Hej, ty

Que não veio a passeio, não tira retrato na polícia,
Não ousa, não se vicia...

Jesteś, który staram się powiedzieć, że są równe,
tym, że jest niesamowitą przygodę życia!

Apenas seja feliz, apenas ame, apenas sinta, apenas pense, apenas ouse, apenas escute, apenas seja, apenas se entregue, apenas apesar de tudo...

Porque você é quem eu procuro, pra dizer que somos iguais,
Nesta incrível aventura que é a vida!



I'm a Barbie Girl, in a Barbie's World


"Mãos ao alto, São Paulo!"

Keep on Rocking in a Free World