Radio A Toa

quarta-feira, junho 30, 2010

Zeitgeist




Click no icone ao lado do volume
para assistir em tela cheia.

Pra Senhora Loirinha Má...

Nossa Barbie Girl de plantão...Eterna Power Girl!


Encontro

Ela se dirigiu até o hall de entrada, olhou no espelho antigo da parede próxima a porta cheia de detalhes, parou um instante e passou os olhos pela silhueta magra. Arrumou os cabelos lisos e negros, dando a impressão de estarem em desalinho casualmente. Depois, verificou o corredor pelo olho mágico, estava escuro e vazio...
Suspirou aliviada, não queria encontrar com a vizinha do apartamento ao lado. Por um momento, esqueceu o que fazia ali parada e riu de sua amnésia instantânea. O que seria aquele start?
Na verdade, já havia um tempo em que não pensava em si, nas suas ações e no seu possível futuro. Parecia tudo tão confuso e ao mesmo tempo, pleno de nada, nada mais.
Parou um pouco, respirou fundo e ajeitou a postura, a única coisa que lhe passou pela mente foi a possibilidade de uma tempestade, precisava de um guarda-chuva para lhe proteger os cabelos. Onde será que o colocara?
Lembrou então, do encontro marcado e do filme escolhido, precisava correr, estava atrasada. Sorriu para si e sentiu um grande prazer quando cruzou a soleira da porta e um vento suave lhe atingiu o rosto. Deixou seu apartamento para trás e ganhou a rua como quem ganha uma notícia boa.

I'm a Barbie Girl, in a Barbie's Girl

"Tô à toa."

Não em nome de um.....+ em nome de todos!!!! (OMNI SUNT COMMUNIA!)


Vazio no texto, cheio de cansaço, com vontade de voltar para casa e esquecer tudo que consegui aprender ...ver se esqueço as diferenças que me forçam a achar as igualdades na imagem que o outro faz de mim....e se ele não estiver por aqui?....o q vou ser senão o arremedo critico de minha inchada auto estima q eu não quero mais ver.....enquanto estranhas mensagens me são enviadas pelo firewall q insiste me salvar da miséria provocada pelos servers de troia e as paginas de pornografia q escondem os roteadores...carnivore....i think it's over...i say a lot about a little more fact...o honey!!!.....quero falar um pouco mais sobre o q esqueci quando prometi reiniciar tudo diferente de novo....e quando estava de novo refletindo tudo o que era antes destes recomeços q arranharam minha pele feito topada de bebado em calçada de pedras portuguesas...´till u drive my car.....penetrando fundo pelo quintal do vizinho detonando os portais da moralidade propostos por imorais defensores da familia, e das crenças que clamam pelo perdão das virgens santas.....q sacrificaram-se em vão feito o amor deixado alem de minhas expectativas, numa estação de trem...train in vain...don´t worry about we think ´bout us....whisper your sexuality to the wind e espere a resposta advinda d´onde não se pode imaginar feito palavras ao leu feito loucura de satisfazer a nescessidade de sacudir os dedos pelo teclado ensebado pelo uso constante por mãos engorduradas pelos bolinhos de aipim adormecidos no forno.....biscoitos finos atraindo moscas nas vitrines das padarias suburbanas q vendem salgados a $1,20 com um copo de guaraná natural.....ou outro refresco com muito açucar pouco recomendado a diabéticos e aos carentes de serotoninas...q navegam por desejos ansiosos por serem devorados por crianças ansiosas por balas e hamburgueres....there´s no free lunch in amerika.....parece que os olhos se cercam de imagens para q o metabolismo as indentifiquem como o q pode ser mais nem sempre é a mesma interpretação q nos chega, e o vermelho q enxergo não tenho certeza de ser igual ao q vc v.....red identity....red alert..running in red....individualização é a negação das interrelações que criam a linguagem da arte e o q aprendemos como história, o mito como modelo q normatiza e impede que as subjetividades aconteçam, as multiplas personalidades disfarçadas por uma que carrega a identidade que permite o crontrole e a ação coercitiva do estado, por ter nome, sobrenome, numero de identidade e código genético mapeado.....andando sobre o solo sagrado de nossas senhas que destravam os logins de nossa virtualidade desejada anonima e digital...mother goose has comin' to this hall.....screamin' for fever, sentindo a historia se decompor na fé em um só homem, negando todo o resto q constrói de maneira ilinear o dia a dia de nosso futuro....when all looser's gambles use her sense....the alligators getting up.....impregnados de energia solar a aquecer-lhes a frieza do sangue...tiranizados pela falta de nonsense destas realidades q os puristas retiram de galileu e a sua desatualizada heresia, contraponto de realidades imutaveis, mutantes até que a normatividade lhes dessem a identidade cientifica e a politica dos iluministas, releitura de fonéticas q jamais mudam paralizando a nossa história no limbo de nossas imutaveis crenças.....sing a song to u!!!!...whispering a candle ligth, say good nitgh for no one.....farsas divertidas fazendo a ciencia se reinventar no coletivo, desmascarando os q manipulam a informação feito um sanduba achatado por uma torradeira de misto quente cauterizada pelo uso e o verniz de manteiga.....will be soon.....ao inimaginavel mundo das invenções que se recusam a calar o imaginário, e a afirmar o q temos como axioma principal de nosso kaos......multidões contidas em uma identidade q não se percebe em sua amplitude, calados pelos poderosos q normatizaram as babilonias roubando-nos a multiplicidade cultural.....seres ocultos em um ser lutando contra si mesmo e, contra o q supõe-se esquizofrenico....um nome....não mais do q um....caotico como a afluencia de normas q regulamentam o caos, e a imaginação que o contradiz reafirmando-o feito incertas certezas d quem supõe-se controlar pela identidade o nome do um.....desperdiçando em nome da animalidade o pensamento e a rebelião, q ao contradizer o contradito torna-se livre como o direito a celebrar q nos é negado junto ao de estar errado.....i´m with u!!!!!......vitima do tempo aonde a história não consegue mais esconder a sua farsa estórica, e, a manipulação do binomio humanidade x dinheiro, pelas politicas q todos sentimos manipulando o q supomos entender (our mind!)......em beneficio de poucos e, o desfavorecimento de muitos, destruir não é propriamente acabar com tudo, mas, derrubar-se tudo pela certeza de q não há mais nada a controlar e só o paleolítico de nosso futuro a revelar-se de novo aonde os nossos antepassados nos entregaram a posse da história e a certeza do futuro, travestido como as impossibilidades do presente e a nossa dificuldade de compreender o q se transforma ao afirmarmos a banalidade da história como diretriz do conhecimento e politica mainstream....já vai longe a possibilidade d q não haveria futuro, e o apocalipse já se tornou as possibilidades q cremos crer como nova era dos sonhos dos futuristas que acreditavam mudar o imutavel do mundo em que vivemos com aventuras espaciais e lisergias intelectuais, nunca nos negaram os paraisos, nunca nos afirmaram reis ou impérios e nem prometeram-nos o reino q adviria para remissão de todos os pecados...tudo uma farsa a calarmo-nos a certeza de nossa humanidade e a posse de nossas vidas e de nossos territórios, temporários com as alegrias das insurreições q permearam nossa cultura prometendo-nos novos tempos mais sempre repetindo-se nos brumários, e o psicionamentos das oposições e da situação nas tribunas franco-revolucionárias (já faz tempo, q assistimos a história se repetindo como farsa)......longe de compreender e saber como se sucede, podemos questionar e responder a nós mesmo, pois querendo ou não nada nos impedira de tomarmos posse de nossas vidas e fazermos nossas escolhas conforme nossas necessidades coletivas....quem calará a voz de todos na boca do um?????.......então todos ouvirão em unissomo a própria voz.....execrando os adoradores da morte em beneficio dos amantes da vida e dos orgasmos....insurrectos, unindo o único ao outro, para q possamos definitivamente exercer todas as posibilidades de nossa natureza....smile we will be erased!

terça-feira, junho 29, 2010

Gimp

Atualmente no mercado há inúmeros softwares para o tratamento e edição de imagens profissionais, no entanto a maioria deles são pagos e geralmente muito caros. Para a felicidade dos usuários foi desenvolvido o The Gimp, um poderoso e avançado editor de imagens, assim como o Adobe Photoshop, porém de código aberto e totalmente gratuito.

O The Gimp foi criado originalmente para o Linux, mas agora ganhou uma versão para Windows. Embora seja grátis, ele não fica devendo nada aos programas mais famosos da categoria: são milhares de recursos, entre filtros e efeitos — capazes de fazer mágica com quaisquer imagens. Além da grande quantidade de ferramentas, o programa oferece um conjunto de scripts que permitem aumentar os efeitos indeterminadamente, dando mais liberdade ao usuário.

Novidades

Os pincéis 
estão muito mais diversificados! 
Agora, na nova versão você ainda vai poder contar com recursos adicionais, que ampliam suas possibilidades e incrementam o modo de uso do programa, tornando ainda melhor um editor que já se mostrava bastante importante na área gráfica.

Entre as novidades, você encontrará uma melhora significativa nas ferramentas com as quais você já deve estar acostumado, incluindo um modo mais dinâmico para os pincéis, os quais podem ser alterados por teclas de atalho enquanto você os utiliza na sua imagem. Além disso foram adicionados novos padrões de pincéis, modo de edição em tela cheia, removedor de olhos vermelhos, clone com perspectiva, suporte aos formato SVG (imagens vetoriais também suportadas pelo Inkscape), entre outros.

A instalação agora também está mais fácil, e, o modo de impressão, aprimorado.

Principais Características

Menu com 
ferramentas do editor. 
Criações:

O editor possui uma suíte completa de ferramentas para a criação de imagens — tanto bitmaps quanto vetoriais — tais como: Brush, Pencil, Airbrush, Clone etc. Além dessas, possui um sistema de anti-aliasing (correção de serrilhado) de alta qualidade e uma poderosa ferramenta para aplicar efeitos de gradiente e mistura, permitindo aplicar efeitos incríveis em qualquer imagem.

Suporta também a utilização de texturas e pincéis totalmente personalizáveis. É ótimo para amadores e profissionais, pois o conhecimento profundo de cada ferramenta depende diretamente do quanto você vai explorá-las!

Sistema:

O desempenho do GIMP é superior ao de seus principais concorrentes, com a possibilidade de abrir infinitas janelas simultaneamente. Ele utiliza a biblioteca GTK+ 2 como base para construção de sua interface, sendo necessário instalá-la previamente. Sua interface é simples e possui três janelas individuais e distintas, cada qual com suas respectivas finalidades e ferramentas.


Manipulação avançada:

Múltiplas 
janelas para acessar tudo!


Como se trata de um editor de imagens avançado, conta com uma série de recursos profissionais, de modo que os resultados obtidos satisfaçam, e muito, as suas expectativas. Veja alguns deles:
Suporte completo ao canal alpha (transparência).
Camadas e canais totalmente manipuláveis.
Múltiplo desfazer/refazer, limitados apenas pelo espaço livre em disco.
Camadas de texto editáveis.
Ferramentas avançadas de transformação, seleção etc.
Seleções e máscaras modeláveis.

Extensões:

Assim como o uso interativo, o GIMP pode ser inserido em scripts e chamadas de sistemas em programas compilados. Para isso pode-se usar Scheme (ou ScriptFu), Perl, Python, Tcl, Ruby e outros programas capazes de executar comandos UNIX. Além disso, oferece suporte a mais de 100 plugins!

Animações:
Como se não bastasse apenas criar e editar imagens, também é possível gerar animações a partir do software. Vale a pena ressaltar algumas características:
Carrega e salva animações em um formato conveniente, preservando as camadas.
Suporte a MNG.
Navegador de frames (quadros), Onion Skin e Bluebox, contidos no GAP (Pacote de Animação do Gimp).

Praticidade com compatibilidade:
Suporta diversos formatos de imagens: BMP, GIF, JPEG, MNG, PCX, PDF, PNG, PS, PSD, SVG, TIFF, TGA, XPM e muito mais!
Carrega, salva, exibe e converte vários formatos de arquivos.
Salva/importa o caminho SVG.
Devido a grande variedade de opções que o programa oferece, utilizar sua criatividade e conhecimento serão fundamentais para desvendar todas as suas funcionalidades. Agora você tem tudo e mais um pouco para a criar e tratar imagens profissionalmente e o melhor: sem pagar nada por isso!




Fonte: Baixaki



segunda-feira, junho 28, 2010

Crocodilagem

Cinco filhotes
de crocodilos
entre o dedos
e uma solução
ao nada necessário!

J'est un autre

Enfim,
Percebo que
Coloquei no outro,
O que é meu...
Minha ambivalência,
Meus planos,
Meus enganos,
Meus acertos,
Não e sim.
Enfim amado,
Percebo
Meus significados,
E fim.

Axel Rudi Pell

Sara,

Esse é prá vc...
Espero que goste.



"The Crest" é o 14º álbum de estúdio além de 2 ao vivo, 3 DVDs e diversas coletâneas do guitarrista alemão Axel Rudi Pell. É muito se considerarmos que tudo saiu em 20 anos de carreira.
Axel é um dos músicos mais consistentes e criativos da Europa, possuindo um estilo inconfundível de tocar sua Stratocaster, influenciado principalmente por Ritchie Blackmore.
Quem acompanha o blog há mais tempo já deve ter percebido que sou fã da banda e fiz alguns posts com a discografia quase completa.
A atual formação, estável há 10 anos com Axel nas guitarras, Johnny Gioeli no vocal, Ferdy Doernberg nos teclados, Volker Krawcsak no baixo e o monstro Mike Terrana na bateria, entrou numa "zona de conforto" e não tem mostrado grandes novidades nos últimos álbuns.
Mesmo assim, continua a fazer um heavy metal clássico com pitadas de hard rock e AOR melhor do que a grande maioria de quem se aventura nesse estilo.
Em "The Crest", Axel Rudi Pell segue a marca de seus trabalhos mais recentes com músicas cadenciadas, entremeadas por uma ou outra passagem do típico speed metal germânico.

Acesso nos comentários



The Crest (2010)


1. Prelude Of Doom (Intro) (1:32)
2. Too Late (5:58)
3. Devil Zone (6:08)
4. Prisoner Of Love (5:56)
5. Dreaming Dead (7:39)
6. Glory Night (5:45)
7. Dark Waves Of The Sea (Oceans Of Time Pt. II: The Dark Side) (8:00)
8. Burning Rain (5:44)
9. Noblesse Oblige (Opus #5 Adagio Contabile) (4:08)
10. The End Of Our Time (6:15)



Sara_Evil's In Pure!



Pure! Agora é Aqui!

domingo, junho 27, 2010

BlasFêmeas 20 - The Covers

Domingo, a partir do meio-dia, você tem um encontro marcado com os Covers da LOIRINHA MÁ®  na nossa Rádio Web Lágrima Psicodélica e em mais de 100 blogs parceiros! Eu te espero!.

sexta-feira, junho 25, 2010

Pizza

Porkeiras
 Á  Puteneska!

Então Fala!

Quem nega
o falar, 
nâo sabe,
falar!

BlasFêmeas 20 - The Covers


BlasFêmeas 20 - The Covers
The Pure Fire on the RabaRock, Natürlich!

BlasFêmeas é
Produção, Apresentação & Espionagem by LOIRINHA MÁ®
Capa & Kamaradagem by Sara_Evil
Acervo, LOIRINHA MÁ®, chacal & Nosostros

Playlist

00 - Abertura - Angry Cockroaches - Tito & Tarantula

Bloco Pure

01 - Hot Kiss - Juliette Lewis & The Licks
02 - Shelter Your Needs - Juliette Lewis & The Licks
03 - 20 Year Old Lover - Juliette Lewis & The Licks
04 - Suicide Dive Bombers - Juliette Lewis & The Licks
05 - You're Speaking My Language - Juliette Lewis & The Licks
06 - American Boy - Juliette Lewis & The Licks

Coisas da LOIRINHA

07 - American Woman - Lenny Kravitz
08 - Dirty Mind - Jeff Beck
09 - Skelington - Colosseum

Bloco Fire on The Rocks

10 - Runnin' Wild - Airbourne
11 - What's Eating You - Airbourne
12 - Girls in Black - Airbourne
13 - Cheap Wine & Cheap Women - Airbourne
14 - Heartbreaker - Airbourne
15 - Hellfire - Airbourne

Coisas da LOIRINHA

16 - Droid - Clutch

Bloco RabaRock

17 - Quitters Never Win - Dr. John
18 - Mos' Scocious - Dr. John
19 - Let's Make a Better World - Dr. John
20 - Memories of Prof Longhair - Dr John
21 - I Wanna Rock - Dr. John
22 - Makin' Whopee! - Dr. John

Coisas da LOIRINHA

23 - Ego Rock - Janis Joplin

Bloco Natürlich

24 - Nepotrebujeme Krale - The Plastic People of Universe
25 - Trojjediná - The Plastic People of Universe
26 - Noc Temná - The Plastic People of Universe

Coisas da LOIRINHA

27 - Sex Machine Attacks - Graeme Revell

COPIA AQUI.

Dulcorama...(felizmente o Remix!)


Meus lábios não vociferam mais,
....não batem mais palavras indecentes
entre a língua e os dentes,
agora são os dedos
que vociferam impropérios.

II

Atrás dos olhos,
somos kaolhos!

III

Dançando na Demência!

IV

Consegui, Aprisonar
A solidão,
nas pontas dos dedos!

V

enxergo a solidão,
letrando medos,
lêdos enganos...
nem sempre profanos.

Deixo de lado,
os medos e os lêdos,
levanto cedo!

VII

Nada mais
doí ao desejo,
senão;
depois disso,
...aquilo!

quinta-feira, junho 24, 2010

Belle D'Jour ( Adulteress remix).

 
Feito móvel e utensílio,
peça de patrimônio
...vaso no meio da sala;
plantando bananeira!

baixa auto-estima
me faz adúltera
olha, p'rô tolo
achando que lhe sou fiel.

hoje sou adúltera
fantasiada na belle d'jour
depois do meio dia
antes do repasto.

Fantasias baratas
na porta de motéis
almoço grátis,
para executivos....

fodas, promovidas
com desconto,
no meio do dia
carpem diem!

Fuck that woman!

hoje sou a adúltera
fantasiada na belle d'jour
depois do meio dia
antes do repasto.

sou a moça do leite
a vaquinha mimosa
nunca o que quis ser,
só desejos
que nunca foram, meus!
coisas assim....

- de outros!...

Abanheém Goitacá!

abanheém goitacá!
Línguaquegentefala...nomade!
Abanheém Goitacá!
Língua que gente fala...estrangeiro!!
Abanheém Goitacá!
Language that people speak... Passenger.

quarta-feira, junho 23, 2010

Ofício (Eat my words)

Tenho um ofício que é meu dileto, por ele me expresso e conto meu desprezo por minha geração....e a total falta de identificação com quase tudo e quase todos....me visto do negro apátrida no meio da sholdra patriótica e faço ouvido de surdo aos hinos que entoam louvando o que lhes rouba a liberdade e a valentia....o que não é o servir, senão abrir mão da liberdade?

Este ofício me leva a saber que nada sei e por isso, procuro sedento algo que lhe dê conteúdo...quando lembro escrevo direito, quando não, de qualquer maneira...mas amo di paixão este ofício de narrador de ambivalências, acertos e desacertos.....assim do jeito das aflições dos amantes pelo o calado gemido das alcovas....qualquer coisa que não se pareça poesia pois assim não sei compor!!!!.....é muito delicado para os traumas que me traduzem...muito doce para o amargor que acúmulo....mas mesmo assim contínuo a afirmar q o sentido da vida nasce do amor e do trabalho...não me importa a fome sacio-a com letras, e, é esta a minha verdadeira fome.

Quando estou aqui a vida passa por mim na velocidade que a percebo e por isso muitas vezes vou abreviando as palavras para não impedir a urgência destes sentimentos, que fluem feito sangue numa ferida hemorrágica traduzindo a dor e a aflição do corte....Gosto, sim de falar palavras aos seus ouvidos, e ter por um efêmero momento sua atenção. Mesmo que seja para lhe dizer nada, mas preencher o vazio que nos seca, desertificando os dias com a banalidade midiática do espetáculo....Não como circo mais como sanatório das angústias e as ganâncias que contabilizam o mercado e o show da produtividade kapitalista, não tenho nada contra sistemas mas não me envolvo com eles, só fico aqui olhando as sombras transformarem-se nas paredes, num jogo de silhuetas e dedos em busca do lugar donde vim! E que desesperadamente tento retornar.

Sei que não sou exemplo para ninguém, mas tento reconhecer meus erros para que você saiba deles....transforme os seus na palavra que me livrará...pois na sua palavra está o espelho deste ofício que você me ensina a exercê-lo e apreciá-lo com reverência e estima...sem ele não sei se teria sentido alguma coisa nesta vida errática que desenhei com minhas pernas. E que não faço nenhuma questão de ser perdoado, pois são eles a luz que tiraram de meus olhos a cegueira que obscurecia o desejo de saber qual a cor da liberdade,e, de dizer tudo o que vem a mente, buscar nos corpos das amantes o porto seguro ao nômade que se acerca de mim quando me perco em minhas palavras e nas de outros.

I'm a Barbie Girl, in a Barbie's World

"Nossa Senhora LOIRINHA MÁ® rogai por nós
Venha a nós o vosso loiro reino
seja feita a sua loira vontade
na terra, no ar, no céu
amém."

terça-feira, junho 22, 2010

Beleza


Beleza é, qualquer coisa
diferente da midia.
As vezes um biquíni mínimo num corpo suado
outras,
uma camisinha furada num gozo kamikaze!

Beleza não é aquilo que idealizamos e,
as vezes se perde num tímido olhar generoso
ou quem sabe na afirmação:
- quero te dar!

Beleza pode ser vontade de ser generoso
calar a crueldade de desamar,
mas nunca o que a mídia propõe
beleza pode ser alguma coisa assim
Desafinar aonde a canção é perfeita,
pedir para ser levado para casa
quando se encontra desenganado.

Beleza pode ser o gloss nos lábios,
a assadura entre as pernas
a carência do calor de coxas
numa noite fria
a rejeição do olhar e,
a aceitação incontrolável do desejo.

Beleza é assim qualquer coisa
estranha aos sentidos
o feio amado,
o belo odiado.
...beleza é o que não é
pecado ateísta,
permissividade religiosa,
coisas assim
solo de soul music:
Killing me softly.

Beleza é a relatividade da feiúra
bem querer no meio da madrugada
ódio ao acordar,
mal querer por uma calcinha mal escolhida
ou uma roupa mal vestida
...beleza é meia noite solitária ou,
meio dia perdido num shopping sem grana.

Beleza é....e o que será que não, o, é?
 

Interessa-me

Não me interessa ver você,
Interessa-me saboreá-lo,
Degustá-lo;
Pode vendar meus olhos,
Não quero ver;
Posso até ouvi-lo,
E empanturrar-me com suas palavras,
Gordas e magras,
Exóticas e comuns,
Mas as quero suculentas;
Só não quero ver,
Enganar-me com o que vejo,
Quero comer-te,
Sentidos e palavras suas,
Sentidos e palavras suas em mim,
Não me interessa ver você,
Ter você adorado, objeto,
Não me interessa ter você;
Não me interessa ver você;
Interessa-me nutrir-me de você...

Crônica

Manhã fria cinzenta chuvisquenta. Me arrisco no trânsito da avenida pra ajudar uma senhora toda atrapalhada que, lá do outro lado, tem suas muitas sacolas de compras e tenta, vã, juntá-las todas num volume compacto, usando seus já não tão hábeis artelhos. Chego sorrindo, meio esbaforida: quer que eu ajude dona? pergunto já arrebanhando as sacolas do chão espalhadas. Tira a mão daí. Eu atravesso sozinha. 

Na TPM, até as gentilezas se viram contra a gente.

segunda-feira, junho 21, 2010

Quimera & The Fuck'ng Bell's Dancers... (From Here To There Eventually!)

Castanha de cajú tostada, nozes à triturar, pinhão,
pinholes, nozes trituradas, floco de avelã
perdido no meio do crème brulè,
o jogo em que cada glutão, quer ser o campeão.
...o presente que todos querem.

Empadinhas de camarão, bolinho de bacalhau, maçãs,
bananas carameladas, figos em calda,
vôngoles e coquiles de bacalhau...á St. Jaques e
folheados de ameixa com bacon,
calcinha de nylon, club social, petiscos de queijo feta
com azeite e zatar, tenderes com pessêgos em calda,
cravos e crosta de mel, pernil à brasileira e,
peru à california, vinho tinto suave, alguma azia,
guaraná convenção....água de filtro na garrafa
de água mineral com gás.

Pinheiros decorados, lâmpadas piscando estrelas
na folhagem, mesa decorada com porta guardanapos,
porta copos, porta pratos e porta talheres, portas abertas
aos estes compenetrados, solenes, descolados, bebados
insatisfeitos, mau humorados, padecendo de mau hálito,
sofrendo de gases e deslocamento das costelas,
loucos de sede, secos por folia.
...Todos falando alto e ao mesmo tempo!

Suburbanos misturados com quem nunca veio por aqui,
e que só usam havaianas para andar em casa....
mesmo assim só às compradas na frança, pagas em euros.
bolo de nozes, amarula, golden lake, farofa, café e trufas....
inconformados com a familia,
invejosos à sua imagem projetados,
reconciliadores de última hora e,
um montão de "deixa disso".
...cubanos em chama!

festa a toda hora com direito a um barraco qualquer,
bate boca, à boca miúda corre o folklore....
casadinhos, olhos de sogra, beijinhos de coco,
sorvete napolitano, bolinhos de aipim,
mini quiches de alho poró e alguns engovs.
....maré alcalina.

axé, pagode, country, gospel, piadas sujas,
indelicadezas dos garçons, dor de cabeça,
piscina, protetor solar, água de coco,
corpos, narcisos, frieiras, micoses,
óculos escuros, olhares sombrios e
de soslaio para a bunda das amigas....
gargalhadas, abraços, sorrisos e...
.....poesia desnecessária!

Amanheceu!

TPM

Meu pai tem prostratite aguda.
Minha mãe, frigidez precoce.
Minha irmã, cleptomania crônica.
Meu primo, megalomania clássica.
Minha prima tem amor platônico.
Meu sobrinho, preguiça incurável.
E eu já não sou tão perfeitinha assim.
Os anos passam, vocês sabem.

domingo, junho 20, 2010

O dia

Obscureci meu dia em devaneios
Resignifiquei minha palavra
Em breve adeus...
Não sei em que lugar
Da minha alma,
Devo-te devorar...
Revigorar meu gozo
Em primaveras ...
Que já não sei
Mas como contar...
Tão tardio é meu
Recém recomeçar
Em códigos parafrasear...

sábado, junho 19, 2010

Psicogeografia...

Meu rosto as vezes é acromatoso
como minha cara acanhada
sem saber aonde esconder
a expressão do olhar a intimidar-se,
outras vezes vermelha como quem
não consegue reter
o "emergere" histamínico,
o excesso de adrenalina
e a ironia das sombrancelhas
desmascarando meus sentimentos
algumas vezes me chamo algara,
outras illecebrus,
me doi ver o sangue derramado
nas revoluções que instauram estados
que preconizam que há democracia,
fome, salario mínimo, cestas básicas
e cheque cidadão....
atestando que não há trabalho para todos
e que o show da produção precisa
dos centavos que já não tenho,
e que não consigo colecionar
dentro de um porco de barro,
vendido pelas esquinas da Buenos Aires
por desesperados como eu....
em busca do hortifruti semanal
e do açougue diário,
apenas 100 gramas de "solens green"
embrulhada no papel de carne seca.....

Meus olhos às vezes parecem foscos
como os de quem não pode
mais comprar soro e insiste em
usar lentes de contato....
living'n the cancer industry.....
aprendo a me arrepender
de ter aprendido o que aprendi,
das palavras de meu pai,
do sabor do leite
das tetas de minha mãe e
de minhas dúvidas adolescentes
desesperadas tentando entender
a metabólica imaginística
do agraúdar-se.
hoje, me parece tudo tão igual....
como quando o niilismo chegou
anunciando a maturidade,
a morte hormonal,
e a oxidação sanguinêa.
feito chapa de casco de navio
exaurida pela maresia e, pela craca.
safa por conhecer a temperatura
de mares habitados por icebergs
propocionalmente opostos aos seus picos.
estrelas num show educacional ao amanhecer
logo após a noite fugidia,
escapar do sol que sorri luz
aos famintos
e, escorre no filtro solar
da pré envelhecida, pele anserina
pelas orgias debaixo do sol,
em um estado que
se instalará aos mínimos
pontos cartográficos no solo,
desta galáxia canibal.



Nos solstícios
estacionários entre,
os invernos e os verões
avassalam as solidões!
confessas na voz;
d'uma aneja primal,
esbravejando enlevada:
- Deus é fiel! da manhã à noite."
resta crer nisso?,
na certeza da decapitação?
enquanto um poeta sonha,
meus olhos giram nervosos
em torno das suas
órbitas anomalísticas.


".... Contar a todas as pessoas toda a verdade
sobre elas próprias significa respeitar
as suas responsabilidades sociais."

Wilhelm Reich

sexta-feira, junho 18, 2010

Monólogo à toa... E bêbada.

Uma bela mulher sai de um bar cambaleando de bêbada. Toda elegante ela caminha em direção ao seu automóvel, um BMW novíssimo e com a chave, tenta abrir a porta, mas o seu estado alcoólico não o permite... Quando se abaixa um pouco para se aproximar da fechadura, acaba por cair e ficar sentada, de pernas abertas ao lado da porta. Desesperada com a situação, olha para baixo, e, reparando que não está com calcinha, começa a falar com a sua própria "perereca":


Vc paga o carro...
Vc paga as jóias...
Vc paga as minhas plásticas...
Vc me dá tanto dinheiro...
Vc permite que eu escolha o homem que me agrade....
Vc paga a casa que comprei... vc...
De repente começa a urinar-se e diz:

Não precisa chorar!!!
Eu não estou zangada contigo, tô só conversando!!!
(Autor desconhecido)

Vale a pena pessoas.



Bom fim de semana minhas pessoas...

quarta-feira, junho 16, 2010

I'm a Barbie Girl, in a Barbie's World

"Beth Boquete Loira Piriguete Escreve a Caneta
 Não Masca Chiclete Não Gosta de Punheta Das Nove às Sete"

UBI SITA EST LATRINA ? ....(Fortuna'Imperatrix Mundi)

Nasdaq, variações do dolar, erros dialéticos dos empanzinados clientes dos bancos suíços e as famosas mesas de queijos, vinhos e foundies, não oriundas de bacco, mais dos calcanhares de mercúrio e seus serviçais panteístas...faunos...andróginos e anfíbios, celebrando subserviências, entregando-se a perdição mortal das culpas matinais,.....celebrando demônios em trevas emocionais, como as canções de enio moriccone para os bangs-bangs spaghetti sobre uglyies, bads'n'goods, sonorizando o dia a dia dos especuladores à cata do dolar furado....feito crows que se acercam da inquisição para duplicarem seus capitais em terras coloniais..desafiando a promessa do arcanjo miguel, de um novo mundo e uma nova vida.....para arderem no inferno por escolha pessoal.....poe que ponha, overleafs of imagination'n'mistery on this......como arthur q se tornou sir apos amealhar fortuna tendo assim seus pecados perdoados pelo tilintar de algumas moedas na pia bastimal, como afirmou Roterdam, subsidiando os q camuflam a pedofilia dos insanos papa-anjos, e, q anteriomente mascaravam a dura lex descrita pelos q pos-suporam moises e a esquisofrenica posição de interpretes of the Lord words.....inexactus pater est......a parição do universo pressupõe-se ao Kaos.....regenerador.......coligante a unilatariedade...feito células tronco callin' her name, disclosin' your prongs.....don't wait.......walls don't talkin'.........às tão sonhadas fantasias de nossas inquietações...disfarçadas por nossa civilidade......curada por remédios morais da sifilidade primitiva e instintiva...e, decair na maior elegânçia....diante das feridas oriundas da lepra moral e da necessidade de painkillers distribuidos nas drogarias 24 hs em meio a tiroteios...feel like a blind between a crossfire!.....dissonantes as bem regidas cordas de nossa harmonia emocional e na transparençia implicita dos odores de nossos Hummores...feito o perfume de flores citricas no meio de uma manhã, na ante-vespera do outono.......say what rest u argentina......tha'i undestandin' what rest to me.......good bless the conqueror'n' kill the european trash, desfazendo dessa maneira a soberania e a arrogancia de sermos o topo das espécies...desfaça-se estas ilusões.....e as da dor nos olhos da pietá a se perguntar: Potes mihi ostendere quomodo suo munere fungi potest?(Dá para me mostrar como funciona?)..........solo l'alma saberá, regina mater....então: Velim nummos meos permutare(Gostaria de trocar dinheiro)....para calar os paus de configuração do slackware...e fazer valer OPEN SOURCE.....antes que ela se transforme no stonehenge primitivo de nossos sonhos...só um local cercado de mistérios e pouco suporte........dev/mount/devicefloopy/não sei mais o q....e os misterios desvendados aos iniciados em unix, bsd's e shells operacionais....wish a new...i will a will....e o que pode comprar a propina aos indigentes.....alguem diz algo sobre this????.....we diz for thiz!....pela miséria que nos cerca e a necessidade de elevar-se contra os que nos forçam a calar feito cordeiros estripados, em favor da qualidade do churrasco, diante dos convidados....e os pães q guarneçerão os guizados de suas tripas, e o prazer de raspa-los no resto de molho q sobrou in backplate.... o qual entregaremos a um vira lata para farejar os requicios do q um dia foi e o que deixou de ser, por agora....who's gonna die for me?..hands up who gonna die?...servidos a francesa nas mesas mais refinadas do estado....escalpelados diante dos convidados q se entreolham, divididos entre a gula pelo sabor fresco da carne e, o pavor pelvico dos festins sanguinarios....Habetis computerii servitium? (Você tem serviços de computação?)....enquanto a noite nos rouba o dia e cala as manhas mal dormidas.....para onde iremos?.......qual a célula mãe nos salvara da morte senão a que nos fará a pilula primodial, quando despertada de seu sono nitrico, pelos geneticistas de plantão nas pharmacias de manipulação....say hosanna for diz....."Hosannah hey, Superstar!"...entendido entre as aspas como string e sem aspas como condicional......or, true o' false in a bollean conversation.....is a just P.R.?.....novamente os deseperados olhos de minha mãe clamam por minha salvação....fazendo com que os tiranos tentem justificar sua justiça.....mesmo q soem como as espadas em mais um sucesso de roliuody feito sorrisos que soeram como provocaçãoes, antes, num passado ainda não tão distante, próximo daqui, ali em nossas percepções......matter certus est.....revela nos a verdade de nossa origem cala-nos das certezas advindas da crença vã...torna-nos impuros para q possamos encontrar o que eh puro nas incertezas sem q tenhamos que derramar nossas lagrimas por estas americas que clamam por nos.....qual é o amanhã.....a quem um surdo insistirá em perguntar.... Potes hoc iterare, quaeso?(Dá para repetir por favor?)...ou....Quis est vigiliae addictus?(Quem é o chefe?)...quem paga com a honra as certezas do disperdicio do conhecimento..qdo monopolizado por poucos em nome do bem da humanidade e em respeito a vida planetária q a cada dia perde qualidade e essência.....quem dará o rabo sem a certeza do prazer?........i've been in a riot..like a sparkle in eyes.....22:05 12/06/2010.....e logo logo será de novo hoje 13/06/2010 (21:57).....e subseqüentemente até q eu enjoe de tentar compor a frase....don´t belive in a word......Govinda, Jaya,Jaya!.....to empanzinado deste mantra....p´rá minha felicidade q um dia poderá se transformar em minha tristeza pelo esquecimento e a minha falta de memória.....então vou aproveitar...Govinda, Jaya,Jaya!...Govinda, Jaya, Jaya!........Govinda, Jaya, Jaya!......repitir até o extase ou ate qdo a vibração interna tornar desnecessária esta compulsiva repetição.....ou, o preço do gol deixar de ser uma verdadeira mamata....ajuizar-me e voltar a acreditar na palavra, transfigurado pelo prazer de recriá-las em frases nunca d'antes compostas.....desbravando a linguagem e os erros de concordancia.....virus in a artwork.....transgressor como o Senhor quando espalmou as mãos para um bang infernal....permitindo toda e qualquer posibilidade de vida between us.....e generosamente entregando-as ao próprio destino.....inventando desta maneira o prazer de tomar chá.....o celular e a total falta de comunicação entre hardware e peopleware......matrix é só o inicio e o q vem depois não é a parte dois.....nem perdidos no espaço, star treek ou guerra nas estrelas.....apenas o que se esconde no óbvio....que foi, quando caetano cantou a um indio o que teria sido.....feito frases sussuradas num confessionário suburbano em meio a uma praça aonde uma kombi vende x-tudo a R$2,00 sem direito a guaraná natural......qué refresco? mais R$ 0,50.....hari bô.....nothing in my head....who we need......when we play this little red joystick..........nothing i presume!

A word of solitude: relent what?..lay in your lies now, take no souvenirs!

terça-feira, junho 15, 2010

Improviso de Ohio


video


Esse é pra que curte o bom e velho Samuel Beckett, que na minha modesta opinião foi uma espécie de Jimi Hendrix do teatro, isto é, um reinventor da dramaturgia.


Destaque para a brilhante interpretação de Jeremy Irons.


Nada mais há para ser dito... Talvez nem isso...




segunda-feira, junho 14, 2010

Kill your Television.....

Over'n'over...em móto perpetuo, percebo q a palavra não esconde mais propõe o absurdo das interpretações.......a palavra é elástica, talvez babacamente idealizada e pré suposta...linguas vivas, linguas mortas...linguas entremeadas... linguas desmitificadas......semiótica/semântica mutante...metodos pré supostos....contrapartidos pela realidade.....hiperrealismo dos ócios da arte e das manhas da imaginação....eu crio!......de tanto que cri .... descri...;)....metafísica de espinoza.....método de kant...legalidade de rosseau......amorosa anarquia de la boetti......entre outros....imagino no principio dos tempos o q seria a base do pensamento, será q seria a busca da essência e do sentido, a idéia básica...as águas e o nascimento de ciencias intessantemente propôem as infâncias das com(1,2,3,...)s-ciências (supra citas pelo redundar do método(argh!!!!)).....início da detonação big bang....imagine só a energia do bang inicial...é excitante tentar perceber o centro da tempestade e a expansão q ela gerou...uau!!...de novo!!!......, seria este o sentimento de se preencher da "alma matter"?????...thunder'n'ligthining.......come in from the storm....é o grito primal contido ..... see sister sweetly, that i speak!.....sabe tem dias q eu acho a vida tão suave....ela me parece o toque do veludo em meus dedos......deve ser legal curtir este barato in my daddy's favourite chair.....splintin'g in a global face....assholes!......o q eu acho interessante nesta viagem de escrever ou teclar...são as possibilidades de frases soltas e palavras aleatórias q podemos associar com conceitos a detalhada observação do q em volta atiça os sentidos.....seria o artista o ideal de liberdade????..escravidão babaca confirmada pela pretensão de museus de artes modernas, fucking'n'cumming in the Wharol's face!..vip's!.....somos "só sombra de sombras, com certeza"...esta frase de Cecília Meireles é ótima......tão real quanto as realidades transdesbundantes de Clarisse....go away!.....a palavra é para ser escrita errada e em pronuncia sem q a dúvida interrompa o desdobramento claro do discurso e, q c coloquem virgulas em meio a perdas de conteúdos....abolir virgula pontos em favor a multilaterialidade dos cérebros q povoam a alma humana e a continuidade do fluxo e certamente na inevital certeza da porção alma matter q podemos ser.....what's your favorite color?

sábado, junho 12, 2010

Z.F. Felipe - "Som Maneiro"



Demo Exclusiva!

O suficiente

Estou presente,
E o seu olhar me basta,
O suficiente.
Com a palavra ,
Que me veste a alma
E me desnuda a mente.
É bom estar aqui,
Para alguém
E ser semente.
Talvez porque,
A minha palavra,
Te complemente.
Respira o meu verbo,
Chora as minhas-dores-suas,
Com meu pequeno discurso.
A palavra que me liberta,
É energia contida,
Em vozes desconcertadas
Que escuto...
E assim é meu caminhar,
Escrever e Seguir
Os seus passos.
Nada mais é real,
Nem meu cantar,
Nem a minha-nossa dor,
Nada mais.

Dia dos Namorados by LOIRINHA MÁ®


Todo mundo quer amor

Todo mundo quer amor de verdade

Uma pessoa boa quer amor

Uma pessoa má quer amor,

Quer amor de verdade

Quem tem medo quer amor,

Quem tem fome quer amor,

Quem tem frio quer amor,

Quem tem pinto saco boca bunda cu buceta quer amor

Ele quer

Ela quer

Ele quer

Ela quer

Todo mundo quer amor de verdade

um grupo de vigaristas






Keep on Rock In A Free World


sexta-feira, junho 11, 2010

Não é uma resposta, mas para pensar...


Na tópica do imaginário,
Seminário 1 de Lacan,
Usando o esqueminha ótico
Do buquê invertido,
Mostra como,
Dependendo do lugar do olho
E da inclinação do espelho,
Uma ilusão pode ser real.

Eu vejo lá um inteiro Que não está cá...


(Arquivo Das Verlieren)

Lauren 4 months ago.








quinta-feira, junho 10, 2010

Enquanto isso, no nosso pub virtual ...


"Te cuida, Mindu!!!"

No one will kill bambies!

ninguém matará bamby,
ninguém negará a vida à qualquer um.
ninguém negou antes,
porque haverão de negar agora, depois?

a visão na retina é embaçada
são reações metabólicas que as decifram
binaridade kaótica!
o que seremos se insistirmos
em não sermos o ninguém?

Caramba, talvez um centro fora do meio
meia estória disfarçada de inteira...
uma fotografia de uma cena imóvel
olhando para o absurdo em movimento.

acabou o verão....
é outono!
e, com certeza:
a chuva lavará o asfalto hoje!

quarta-feira, junho 09, 2010

E-Mail da Dri - Concordo 110% menos do que isso é viadagem

Um homem Inteligente Falando das Mulheres

O desrespeito à natureza tem afetado a sobrevivência de vários seres e entre os mais ameaçados está a fêmea da espécie humana.

Tenho apenas um exemplar em casa,que mantenho com muito zelo e dedicação, mas na verdade acredito que é ela quem me mantém. Portanto, por uma questão de auto-sobrevivência, lanço a campanha 'Salvem as Mulheres!'

Tomem aqui os meus poucos conhecimentos em fisiologia da feminilidade a fim de que preservemos os raros e preciosos exemplares que ainda restam:


Habitat

Mulher não pode ser mantida em cativeiro. Se for engaiolada, fugirá ou morrerá por dentro.. Não há corrente que as prenda e as que se submetem à jaula perdem o seu DNA. Você jamais terá a posse de uma mulher, o que vai prendê-la a você é uma linha frágil que precisa ser reforçada diariamente.


Alimentação correta

Ninguém vive de vento. Mulher vive de carinho. Dê-lhe em abundância. É coisa de homem, sim, e se ela não receber de você vai pegar de outro. Beijos matinais e um 'eu te amo’ no café da manhã as mantém viçosas e perfumadas durante todo o dia. Um abraço diário é como a água para as samambaias. Não a deixe desidratar. Pelo menos uma vez por mês é necessário, senão obrigatório, servir um prato especial.


Flores

Também fazem parte de seu cardápio – mulher que não recebe flores murcha rapidamente e adquire traços masculinos como rispidez e brutalidade.


Respeite a natureza

Você não suporta TPM? Case-se com um homem. Mulheres menstruam, choram por nada, gostam de falar do próprio dia, discutir a relação? Se quiser viver com uma mulher, prepare-se para isso.


Não tolha a sua vaidade

É da mulher hidratar as mechas, pintar as unhas, passar batom, gastar o dia inteiro no salão de beleza, colecionar brincos, comprar sapatos, ficar horas escolhendo roupas no shopping.


Cérebro feminino não é um mito

Por insegurança, a maioria dos homens prefere não acreditar na existência do cérebro feminino. Por isso, procuram aquelas que fingem não possuí-lo (e algumas realmente o aposentaram!). Então, aguente mais essa: mulher sem cérebro não é mulher, mas um mero objeto de decoração. Se você se cansou de colecionar bibelôs, tente se relacionar com uma mulher. Algumas vão lhe mostrar que têm mais massa cinzenta do que você. Não fuja dessas, aprenda com elas e cresça. E não se preocupe, ao contrário do que ocorre com os homens, a inteligência não funciona como repelente para as mulheres.


Não faça sombra sobre ela

Se você quiser ser um grande homem tenha uma mulher ao seu lado, nunca atrás. Assim, quando ela brilhar, você vai pegar um bronzeado. Porém, se ela estiver atrás, você vai levar um pé-na-bunda.


Aceite: mulheres também têm luz própria e não dependem de nós para brilhar. O homem sábio alimenta os potenciais da parceira e os utiliza para motivar os próprios. Ele sabe que, preservando e cultivando a mulher, ele estará salvando a si mesmo.


E meu amigo, se você acha que mulher é caro demais, vire gay.


Só tem mulher quem pode!



I'm a Barbie Girl, in a Barbie's World


"Sempre cabe mais um quando se usa Rê-Ki-Zona!"

Puta!

Sou uma tigela, vazia à espera de qualquer cor; menos as que prefiro. O gosto de gozo na boca num filme de sacanagem, multirracial, multivirtual.

A música da boca do cantor, palavra na boca do orador....mal falada, dona do cabaço dos meninos e das asperezas dos frustrados, perdida querendo me encontrar e saber porquê me perdi, em meio a essa melodia suave ecoando pela sala em que aguardo a chuva para diluir minhas lágrimas. Passear pelas ruas, ouvir piadas, insultos.....sinto um coração bater mas, não é o meu: - Nisto!

Você tá acreditando que esta no jardim das delícias, na verdade estou distante num mar de esquecimentos e ausências. Eu sei, malditos grossos virtuais....welcome to the garden of your delights!!!!.............mãe de virtudes narcisícas sem direito a reconhecimento....mãe de Viados, Machos e Fêmeas espalhados por aí...em busca do gosto íntimo e suave.

A Greek in a circle of Jerk’s! Wankin’ on a glory hole...cummin’ in a frozen tile!...i have no sign, no life, no discipline! Não!, creia-me deprimida! pois vivo muito bem. È di fuder......ou se não viver, nunca confessarei....segredos & decepções da alcova!

Sou Bilabial, afirmando que; a boca vai bater com a língua nos dentes, logo após!...vadia, baladeira e dona de casa, amamentando a cria de meus enganos e acertos..ad eternum! Parceira de édipos desenganados e electras, quase absolut lover’s!....gozada sem gozar!...profanely blessed!

terça-feira, junho 08, 2010

Namorada

Fico todo prosa em ver a minha namorada valente derrotando todos os medos para me amar, em saber que escuta sua própria voz para vir por inteiro para mim, quando estou aqui triste ela chega perto de mim e se aninha em meu peito e ensrosca suas pernas nas minhas até adormece-las, olha no meu olho, enxergando a minha alma e diz pra mim q não há bem q sempre dure e de q este mal tb é passageiro....lembrando as palvras de sua vó....misturadas com as infantis lembranças matinais de café e pão com manteiga....

Essa menina olha para mim e tem a certeza q entendo seu sorriso e me leva da formalidade a mais escrachada das brincadeiras....acha graça dos meus formulários e me ama sem burocracia....minha namorada ilumina a escuridão da estrada, traçando um sendeiro luminoso para as revoluções q trazemos adormecidas no coração, ensina para mim o que eu esqueci ou por omissão não aprendi....me faz moleque de novo.....me faz de gato e sapato...me deixa de quatro no ato....me ensinando a por virgulas em meus desvairios.....menina esta q quando me olha me deixa a impressão de que há naves espaciais escondidas nas poças aonde miro as abstrações das imagens q povoam o meu inconsciente....e me afirma amorosamente q so se encontrara quem se perder....

Minha namorada, é perfumada, cheirosa feito frutas citricas, refrescante feito orvalho da manhã, me deixa bobo achando q valeu a pena preservar a inocencia....ela é a fonte de toda a riqueza emocional q ouso sonhar, a mãe de meus acertos e de minhas invenções...cuida de mim e me mostra q devo ser responsável pela sua felicidade....ela se aproxima de mim e com os olhos brilhando, olho para ela e digo sim!...um sim gago de tanta emoção...então ela se ri de mim, me afirmando q não ri de mim, mas para mim..é por isso q sei quando ela ri ou de quando ela sorri..q me dá a intuição de ouvir seu recado sabendo q é dela a voz na secretária eletronica q pisca um recado internitentemente me esperando chegar...que fala comigo arfejante parando de fazer tudo o q congestiona sua tarde...só pra rir pra mim com sorriso de namorada querida..q castiga os iniquos por pura justiça e consciencia....me deixa sentindo seu coração pulsar forte na cadencia q percebo ecoar na sala...me deixa feliz em saber q ouvir a minha voz, um oásis se abre em meio a miragens desta tarde de calor desértico...e quando vem a noite ela se aproxima lasciva a me falar de suas duvidas e me brindar com suas certezas...minha namorada não tem medo do presente deixa sangrar suas emoções e se liberta pouco importando se há futuro...se contem para me mostrar o quanto pode despir-se de tudo que a embaraça...e fica timida me olhando melado enquanto me mostra os peitinhos, pedintes para me amamentar.....minha namorada me emociona quando fica calada suspirando feito julieta ou quando geme em abandono de gozo....saciando a sede de intimidade de q tanto careço....me espera chegar armando planos para me fazer feliz...tomando posse de sua vida e chegando perto de mim cheia de atitude...ciente de q sou seu namorado.....
 

Parece passado, mas não é...

O Sr. A, é um homem do nosso tempo, contemporâneo nas atitudes, porém, antigo nos sentimentos. Seu sintoma é a melancolia, pensa que vem do seu passado, com tudo a que tem direito. Revela lembranças vividas através do tempo, como músicas que mantém tocando em seu coração.
Surpreendentemente, sua sensibilidade é real, ele sofre. Porém, seu sofrimento lembra uma pulsão de desejo, de querer continuar, sempre e sempre mais, mesmo que solitário. E, dessas coisas que existem somente nas canções saudosistas, a possibilidade do seu desejo se realizar, aparentemente, depende só do seu querer.
Em seu discurso, repete as lembranças de outrora, com pura melancolia. O Sr. A, encontra um passado perdido e enquadrado em sinais do tempo. Entre campos verdes de saudades e garrafas contendo supostos pedidos secretos, imagina em que dia deixará de viver as emoções com que a vida sempre lhe abasteceu.
Lembra das pessoas, das casas, dos sabores que provou, dos abraços que recebeu e dos tantos e tantos amores passados e repassados na sua vida.
Digo para o Sr. A, que envelhecer é doloroso e que as nossas escolhas, um dia chegam com correções nem sempre lucrativas. Nosso erro talvez, seja economizar nossos sentimentos com pessoas e momentos, onde o "muito", é sempre um "tudo de bom".
Fico pensando no Sr. A, e desejo que o seu dia amanhã, tenha sabor e aroma de café da manhã, apreciado em uma boa padaria qualquer da cidade.
Quem sabe assim, sua melancolia deixará de ser ao quadrado...

Keep on Rock In A Free World



sexta-feira, junho 04, 2010

Nua

 
ela quer ficar nua,
celebrar a vida e nem
pensar em enganos.

ela quer ficar nua
ser vista como venus imaginária,
serviçal de afrodite
tocada dos pés a cabeça!

ela quer ficar nua,
desfazer-se de tecidos e rendas,
não ter como esconder,
seus pêlos e desvarios.

ela quer ficar nua
não pra qualquer um.
mas para alguém,
que a faça sentir-se ninguém.
 

Monstros

Não haverá explicações,
Argumentos plausíveis,
Justificativas óbvias,
Somente monstros,
Tormentas em nós;
Quando o tempo passa,
E o sentimento urge mais,
Nossos monstros do sentir,
Sufocados, alienados...
Vêm em desalinho,
Tímidos,
Incompreendidos...’invividos’,
Estão lá vívidos
Em lugar qualquer,
Em nós de todos os lugares
Que não conhecemos
E ansiamos...
Esses monstros adormecidos
Esquecidos
Lembrados
Esquecidos
Lembrados...
Horripilantes Maravilhosos monstros do sentir...

quinta-feira, junho 03, 2010

Toada do Neurótico


Não sei se vou, não sei se fico,
Não sei se sou isto ou aquilo...
Não sei se quero sim, se quero não.
Não sei enfim, se sou eu, se é você...
Porém, ACHO que sei de tudo que me aflige,
Mas não sei explicar o porque...
Tudo que me conste das coisas esquecidas
E afazeres absolutos de urgência,
Me enlouquecem...
Por pouco entro em surto!
Há todo momento, DESEJO!
O que suponho não ter
E que me FALTA sempre...
Essa falta que não acaba...
Julgamos o outro o tempo todo,
Nada é perfeito,
E a nós mesmos de forma cruel
E extraordinariamente duvidosa.
Imaginamos estar dentro da mente
E no interior alheio...
Será que aquela pessoa percebeu?
MEU DEUS, O QUE FAÇO?
O QUE ELA TEM QUE EU NÃO TENHO?
Pobre de nós,
Pobrezinhos dos homens
Descrentes de seu próprio valor.
Endividados em seus pensamentos
Onipresentes e inconstantes.
Valei-me meu São Neurótico!
TÁ FALTANDO ESSE AÍ, SERÁ QUE ELE EXISTE ?
Salvai as almas esquecidas
E faltosas de si!
(Arquivo Das Verlieren)

A palavra que não cala

A palavra que te fere,
É a mesma que me diriges.
Não percebes que,
O que não falas,
É lâmina dilacerando,
O meu querer.
Meu desejo se esvai,
Feito um mar vermelho,
Até ficar translúcido
E misturado em escritos,
Que não querem se calar
Em minha boca,
Que muda,
Guarda o teu murmúrio.
Tolo,
Por que sofrer?
Da faca a dor,
Que conheces e sabes décor?
Lembras?
O alfinete da roupa,
Que desnuda e alinhavas no corpo,
É o ensaio do teu gozo

Bom feriado!!

Pessoasssssssssssssssss!!!Bom feriado para todos!!!Vamos ficar um pouquinho mais á toa por esses dias....

terça-feira, junho 01, 2010

Dicas Domésticas Muito ou Pouco Úteis - Como tirar mancha de graxa e de risco de caneta

Alê Carnevalli

Dito

O meu dito,
É somente pra você.
Eu lhe repito agora,
Porque o agora,
Pode ser o que falta
Para eternizar
O que estou sentindo,
Só e somente,
Por você...
No exato momento
Deste segundo,
Que está passando,
Que deixou de existir,
Quando pensei
No que ia lhe dizer...
Ah,
Eram apenas palavras minhas,
Para incendiar os ouvidos teus.
Enfim,
Para deflagar o desejo meu...