Radio A Toa

segunda-feira, junho 20, 2011

TRANSIT GLORIA ARTIS (overload, underpaid but dreamin' a sample rated mix#3)





..."a dominação universal do valor de troca sobre os seres humanos, o que, impede a priori os sujeitos de serem sujeitos e reduz a própria subjetividade a mero objeto" (DN, 180). "Todos os momentos qualitativos são esmagados" (DN, 92) pela troca que "mutila " tudo (5). A troca é "o mau fundamento da sociedade em si" e "o caráter abstrato do valor de troca se une, antes de qualquer estratificação social particular, à dominação do universal sobre o particular e da sociedade sobre seus membros [...]. Na redução dos seres humanos a agentes e portadores da troca de mercadorias, esconde-se a dominação de alguns seres humanos sobre outros [...]. O sistema total assume esta forma: "todos devem submeter-se à lei da troca se não quiserem perecer" (6). O caráter de fetiche adquirido pela mercadoria "invade como uma paralisia todos os aspectos da vida social" (7). Enquanto o valor de uso "se atrofia" (TE, 298), o que se consome é o valor de troca como tal (TE, 37).


Theodor W. Adorno


4 comentários:

Liza disse...

"todos devem submeter-se à lei da troca se não quiserem perecer"
Uma verdade que detesto...pois não me submeto a nada...

Nina Blue disse...

Bem lembrado...

Nina Blue disse...

Também lembrei..."Portanto, atrás de máscaras há ainda máscaras" (Deleuze).

Keila Costa disse...

A propósito assisti um filme esse final de semana que se chama Ter e Ser, de 2002...singelo em mostrar a busca pelo ser e o ter apenas acessório...esse processo de ser que anda se perdendo cada vez mais pelos objetos do poder...Beijos Sara