Radio A Toa

quarta-feira, julho 24, 2013

Patogêneses e patologias alienígenas.... cosmic desert cruiser.



O TEXTO DIRIA AO QUE à si Falaria ou à alguém que o Ouviria. enfim vírgula, posso respirar! ... Falta de ar pode ser problema crônico...calar-se também .sempre fala; a falácia profana dos acentos, palavras de tolos e os desdizeres dos mentirosos.
faltam palavras pra dizer te amo! faltam palavras para tantas coisas que desisto de tentar ao menos uma vez.

Outro dia vinha caminhando na incerta, quase caindo pelos cantos, revivi entre virgulas uma frase á ser negada à um passado próximo  a ante/ontem, talvez, cruz credo, amem e o estarrecer em lágrimas ao orar, falando palavras ao vento ou impropérios vulgariosos; por ai. sabe-se lá o que  é frase ou inversão de verbo. a língua dita ressalta a palavra, cala o sentido; se refaz na frase.

- cala-se. Ou, Quase que!

Canta em tom menor o clamor da crença, berra aos quatro ventos os som da palavra; cala-se afônico de realidades além às suas, aquém a alguma necessidade de acento.... ante a fúria, sem frases para os parágrafos, nulo, sem antever sílabas para nada,sem saber compreender absolutamente  nada!

totalmente junk na roda de sarau, às três no amadeus...
depois disso só à meia noite, depois de amanhã.

Mas na festa a falacia ainda quer mais,
se reinventa nos fetiches,
reordena frases antigas.
cala-se por não saber versar....

nem sempre tudo é dito!

2 comentários:

Keila Costa disse...

o quanto percebo nessas suas palavras que por falarem de dizer nada e tudo...dizem mais...

Senhora Loirinha Má disse...

Tudo elas dizem.