Radio A Toa

segunda-feira, maio 17, 2010

Toáda do amor

Estava á toa na vida
Um desamor me chamou;
Chegou num disse me disse,
Com jeito de quem quer amor;
Que era pra eu esquecer aquele amor,
Que amor virava tudo desamor;
Estava á toa na vida,
Um desamor me chamou;
Virou outro amor;
‘Desamou-me” tempos depois;
Continuei á toa na vida,
E esperei um desamor me chamar,
Pra virar outro amor;
E nesse á toa da vida,
Foi tanto amor desamor,
Foi tanto desamor amor,
Que á toa fiquei,
Sem ver a banda passar,
A esperar aquele amor,
A esperar outro amor...

5 comentários:

Sara_Evil disse...

Muito bom essa coisa á toa.

Intertextual!

Nina Blue disse...

Também acho Sara, inclusive fazer uma outra leitura da "Banda" do Chico Buarque, é melhor ainda...
Mandou bem como sempre, Keila.

Nina Blue disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Nina Blue disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Nina Blue disse...
Este comentário foi removido pelo autor.