Radio A Toa

sexta-feira, dezembro 17, 2010

Capitulo Cinco - Fala Aí! + Shades on a romance!..mix hereditário.



Antonio, atentamente procurou a tal carta, ansioso não reparava direito ao que passava por suas mãos, revirava afoitamente o baú, em busca de algo que sabia o que era.. tomado pela ansia de encontrar, não percebia a desejada aparência fixada em sua lembrança, sabia que era escrita em palavras maledicentes, revelando algo que na época lhe pareceu tão terrivel, feito quando se perde, momentaneamente, o chão, coisas de traição e quebra de confianças de lençois de seda e sussuros inconfessáveis a outros fora das alcovas, sabia sim que estas lembranças poderiam de uma forma ou de outra liberta-lhe das lembranças que o forçaram a criar um centro que lhe desenvolveu a couraça que o mantinha aparetemente são neste jardim de torturas. Antonio sabia como ninguem reconheçer o jogo da exploração em beneficio do ganho de capital, percebia como ninguem o jogo de empurra e a falsa bondade disfarçando a contagem de lucros e a indiferença aos que servem ao dono do capital.

Amanhecia e ele ainda lia e relia as cartas amareladas  pela inanição das crenças, agoras disfarçadas num niilismo que o fazia blasé a condição emocional que o consumia dia a dia...não se importava mais com a indiferença e se acostumara comodamente a solidão imposta pelo silencio ensurdercedor e pela falsa noção de incapacidade afetiva....e a certeza de que Antonio não era nem um santo...imaginado.

Do outro lado do mundo outros contavam outras estórias sobre Antonio e outros supra_mundos. o que contariam à outros aqui aliens, sobre Antonio?....

Rindo-se de si, perguntava:

- Será que consguiremos o direito de munícipio cósmiko .no cantão de Deus?

Que besteira o que importa o sonho, se a realidade o carcoma. cantava cantos a Gregoriana, pra ouvir o ecos da alma, cria, dessa maneira orar. será?, sonhava com versos aos inversos, desprezando delicadezas, não em nome da brutalidade....

Antonio se ria por ter pensamentos tolos e buscava nessa carta encontrar, o pulo do gato? estranho, pensava; será que outros, quererão saber dessa carta?.....


4 comentários:

Nina Blue disse...

Ohhhhh! Será que o belo Antonio era na verdade Antonia, a verdadeira barbie girl? Rica e milionária, após anos de desmandos e conceitos equivocados sobre a perfeição?

Nina Blue disse...

Muiiiito bom!!!!!

Nina Blue disse...

Loirinha, cadê você?????

Keila Costa disse...

Muito bom mesmo!